26/04/2013

18º dia (26/04/13) - Bercianos de Real Camino X Mansilla de Las Mullas



Após uma noite de sono, como se em casa estivesse, amanhecemos com um saboroso e completo café da manhã, preparada pela hospitaleira, desta que foi a MELHOR estadia durante todo o caminho de Santiago (falo isso com propriedade e de estar atualizando o BLOG, depois de todas as 32 estadias em que tivemos). Não hesito em dizer que ao RETORNAR ao Caminho certamente aqui estarei como forma de retribuir todo carinho que nos foi dispensado...  vejam que não sou o único a dizer isso, basta ler os relatos de quem por lá passa...   (Comentarios Albergue Santa Clara).  Bem,  fica aqui o registro...  fui muito bem tratado no Albergue Santa Clara,  em Bercianos do Real Caminho,  quem estiver a caminho e  quiser ver,  basta seguir as setas verdes pintadas no chão indicando o albergue.


Rumos a Mansilla, antes dos 13 Km de "solidão"
E não podemos aqui ficar... temos estrada pela frente, e sigo caminho adentro caminhando pelas Mesetas más já ao lado de uma carretera oque nos indica que em breve alguma mudança deverá ocorrer quanto a paisagem, esta que nos últimos quilômetros se mostrou constante e monótona más inspirou e motivou meus pensamentos e a vontade de seguir adiante,  saudade, vontade de voltar no tempo,  de ouvir um bom e velho "português", acreditem, durante minha estada isso não consegui durante os ultimos 18 dias de Peregrinação... Hoje depois de mentalizar isso,  comecei um papo com um Húngaro,  que morou no Brasil...(e fala português,  o problema é  escrever o nome dele,  por isso não irei nem me arriscar), más é muito interessante e curioso como o Caminho aproxima as pessoas...  basta parar um pouco,  e pronto novas amizades surgem,  ou reencontros pois caminha-se numa verdadeira fila indiana que nos leva a Santiago (já havia percebido isso antes de ter saído de casa, em meu caso essa fila teve dois anos e um mês de duração).

Gracias por "tudo"

Com o decréscimo dos quilômetros que restam para Santiago, e a cada cidade grande, notamos que o número de peregrinos vem aumentando como já é conhecido,  mas isso também é parte do Caminho... muitos aqui passam não pela primeira vez, mas a todo ano... é normal que peregrinos façam deste um caminho de renovação de sua fé e até mesmo de seus sonhos. Cada um tem seus motivos que sempre serão a razão pela qual o número de fiéis que aqui pisam é crescente...  todos como parte do Caminho, e  cada um dentro do seu tempo, de suas condições  mas em busca de algo comum,  que é chegarmos a Santiago.


Bem,  o caminho hoje,  acredito que fecha as Mesetas,  que em minha opinião é um convite a introspecção. Ontem caminhei 17km ininterruptos, me recordo de meu amigo que relatou quanto a esta etapa... estrada sem nada,  vila ou qualquer coisa...  hoje o trajeto indicou que também seria parecido, e foram mais 13km (SEM NADA),  sabia que exitiria nessa etapa um tal "BAR", que se tornou famoso por praticar um comércio JUSTO, e bem peculiar... mas com onão tinha guia nenhum, segui caminhando na esperança de ele topar na beira da estrada. Procurando curva após curva,  o tal bar que deveria existir no meio do nada... e nada...  chegando ao ponto de desistir,  pois acabara a estrada,  eis que surge um vilarejo... Meu primeiro pensamento foi que havia PERDIDO o famoso lugar, e me frustrei por minutos... Acabei entrando na vila sem esperança nenhuma, a não ser uma indicações de um tal "BAR DA TORRE". Como estava morto de tanta sede, segui as indicações, e ao virar uma esquina vejo mesas com vários peregrinos a descansar num forte sol de meio de tarde... e eis que surge EL FAMOSO BAR DA TORRE.


Bar Elvis, ou "Bar da Torre"

Sinin, e seu estilo

Dentro dele, seu peculiar dono "Sinin" ouve clássicos de 1950 em seu rádio, apelidado de "ELVIS" por vezes nos dá a impressão de logo soltar uma coletânea, más isso não ocorreu...  Seu bar é totalmente decorado por ARTE PEREGRINA... paredes, portas, janelas, tudo aqui tem algo de qualquer peregrino...






Alto, mas consegui

 
e CLARO que não poderia ser diferente e deixar a minha marca também e ao lado da marca que meu amigo (mentor del Camino), deixou dois anos antes (interessante foi ter espaço ao lado ainda reservado).









El Mejor

 


Bem, após umas duas horas de paradas, o MELHOR sanduíche de JAMON del Camino, e de um chopp gelado por um preço justo, esperei por Alan, e seguimos para MANSILLA... completamente renovados, pois a energia desse lugar sem dúvida alguma nos contagia...





Brother ALAN , e as paredes decoradas por "Nós, peregrinos anônimos"
Bar simples, e atendimento único (preço justo)
Lembranças de todos que alí passam - Este bar tb aparece no file THE WAY

 Após o trecho percorrido de hoje,  avançamos ainda por Castilla e Leon,  e nossa  parada foi esta mesma, pois não estávamos preparados e dispostos a encararmos andar 44km em um dia só para chegarmos a LEON (e para quê me diga ?)... Bem por aqui uma massa de ar polar chegando,  avança sobre a Espanha uma onde da frio inesperada e hoje estamos com 4 graus em Leon (pra onde iremos),  com tendência de se chegar a zero  no início da manhã...  ah,  só pra registro, possivelmente neve nos Pirineus e Cebreiro.

Chegamos em Mansilla de Las Mullas, eu e Alan nem procuramos pelos demais que sabíamos que aqui estavam, e fomos direto para o Albergue Municipal... muita festa, muita gente conhecida... sem dúvida que a energia é bem mais positiva ao estarmos com os demais peregrinos... Show de Paolo à parte.



El Peregrino