27/04/2013

19º dia - (27/04/13) - Mansilla de Las Mullas X Leon




Sabadão...  (como se isso fizesse diferença...rs) , pra nós que estamos no Caminho esse é um dos pontos que realmente indifere... EU pelo menos perdi a noção quanto a TEMPO... apenas caminhava e vivia cada dia... e assim foi durante boa parte do Caminho, exceto no último dia em que tive que estar atento para não perder as datas de retorno.

Entrada da Cidade de Leon

O trecho entre Bercianos e Mansilla (relatados ontem), fizemos eu e Alan, e em alguns pontos encontramos Paolo e Sergio (IT), os demais amigos desviaram pela tal calçada romana... existem variantes no Caminho, pode se informar antes para verificar qual etapa realizar, más  preferi seguir por aquele que "denominam"  como Caminho Real. Em Mansilla, fomos direto ao Albergue Municipal (albergue-de-mansilla-de-las-mulas), nossos amigos certamente não estariam por lá pois não é o local de preferência unânime...  más as instalações atenderam plenamente a nossa necessidade, nesses albergues a miscigenação ocorre em maior escala... temos de tudo e de todas as partes do mundo reunidos geralmente a mesma mesa. Optamos por sair e encontrar nossos amigos em um albergue privado para jantarmos, pegamos uma garrafa de um BOM vinho por EUR 3,00 e lá fomos...  Bem, quase perdemos a hora do albergue, pois estávamos com 2 dias de atraso em nossas conversas, e combinamos as 06:15h. Aqui PISEI na bola e não entendi NOVAMENTE a hora combinada, e deixei minha amiga Yvonne esperando por mim numa gélida madrugada por mais de meia hora... (coitada, não tenho como reparar esse mal entendido)... más o pior foi reencontrá-la  e não ter percebido o erro que cometera. 



O caminho, até Mansilla, ainda teve um pouco das Mesetas, más dessa vez margeando a estrada como foi mencionado... mas o intervalo entre vilarejos dessa vez foi menor. A caminhada até LEON foi de apenas 18km,  oque pra nós significa uma caminhada "leve"  nessas mais de duas semanas de caminhada  fazendo entre 25 e 30km por dia... bem o efeito desse esforço no corpo é muito bom... já estou a mais de 01 semana sem sentir as dores e confesso que depois de superados os 10 dias iniciais (em meu caso) , a sensação é de podermos caminhar o resto da vida. Gostaria poder manter este ritmos em minha vida normal, vamos ver se dá.


Hotel Parador em Leon
O Hotel em que o personagem vivido por Marteen Shen, PAGA aos seus amigos uma noite de hospedagem no filme "THE WAY"
A única coisa que não é muito agradável, más reforço que é parte do processo, são as caminhadas URBANAS... que deixa a caminhada mais difícil,  pois a todo instante precisamos desviar do tráfego,  bem como contar com as setas que nos guiam (nem sempre é  fácil localiza-las) em meio a paisagem urbana más é um bom exercício. Caminhando ao lado da rodovia,  seguimos,  hora com um grupo,  hora com outro,  afinal de contas nos tornamos conhecidos um dos outros e sempre acabamos por dividir alguma mesa (almoço,  café ou janta), bem  o caminho é feito de passos, pensamentos e pessoas...  não existe isolamento total,  muito difícil conseguir ficar 100% isolado,   e nem acho salutar pois em nosso dia a dia nem sempre estamos em tal situação.

Catedral de Santa Maria, em Leon
Bem o caminho até Leon,  foi tranquilo,  no próximo post,  detalho melhor quanto a cidade e do albergue... por hora aproveitei o dia quase sozinho para refazer as contas e ví que estou dentro do cronograma para chegar a Santiago dentro do esperado.